Notícias

O Brasil precisa de mais feriados

29/11/2012 16:00 - TAGS: , ,

O Brasil tem muitos feriados. Brasileiro trabalha pouco. A solução é trabalhar mais.
Lembra desse papo? Ainda bem que saiu de moda. Ou alguém ainda repete esse besteirol e eu felizmente não estou sabendo?

Um tempo atrás era tiro e queda. Véspera de feriado e tinha lá um big empresário, big político, big teórico das relações trabalhistas comparando o número de feriados do Brasil com os dos Estados Unidos, Inglaterra, enfim, países estandartes da eficiência e do desenvolvimento etc.

A conclusão era sempre igual: o problema do Brasil, meus amigos, é que a gente não é trabalhador como os gringos, principalmente não tanto quanto os gringos loiros de olhos azuis. Somos preguiçosos, malemolentes, vagabundos.

Político, então, que a gente sabe que não faz nada e ganha muito bem para isso, vive batendo na mesma tecla: minha vida é o trabalho.
Paulo Maluf sempre repetia que trabalhava, sei lá, dezoito horas por dia. Deu certo para ele, olha que dinheirama o cara tem.
Eu não conheço os quatro cantos do planeta, mas já passei tempo suficiente nos Estados Unidos e na Europa para te garantir: a gente trabalha muito mais que eles. Te juro.

O típico emprego de americano é assim: entra às nove da manhã, pausa para um almocinho corrido, às 4h59 cai o lápis, 5h01 o cara está no carro a caminho de casa ou do bar da esquina tomando umas.

No Brasil, o “horário comercial” é das oito às dezoito. Mas nas cidades grandes, ida e volta do trabalho levam de duas a três horas, no mínimo.
O que é, na prática, tempo dedicado ao trabalho. Tirando Nova York e Los Angeles, isso não existe nos EUA.
Como em qualquer país, o trabalhador brasileiro tem dois patrões, um que nos paga e nos cobra e outro que só nos cobra e alto, os governos municipal, estadual, federal.

A diferença é o quanto recebemos em troca, de muito pouco a insuficiente. As férias remuneradas de trinta dias são para muito poucos.
Mesmo quem tem direito, poucos, vende os dez dias, e muitos acabam passando os outros vinte em casa, cuidando de tudo que não conseguiram cuidar durante o resto do ano.

Existem rankings diversos que comparam a produtividade dos trabalhadores de diferentes países. Quais são os dois países mais produtivos do mundo?
Estados Unidos é o primeiro, França é o segundo. Vamos comparar os dois países no que interessa: o ranking da vagabundagem, que é o número de horas trabalhadas por ano, comparado com a média de dias de férias / folga por ano.
Nos EUA, a média de horas trabalhadas é 1.966 por ano, com 10.2 dias de férias. O francês trabalha quase um quarto a menos, 1.656 horas, e tem de 25 a 30 dias de férias anuais.

Observação: o americano só passa a ter direito a férias depois de dois, três anos no trabalho. Você preferia trabalhar nos Estados Unidos ou na França?
Ter mais ou menos folgas não tem nada que ver com ser mais ou menos produtivo. Tanto que no ranking da produtividade, o brasileiro, que carrega um piano a troco de vintém, está no 41º lugar.

É aquela história: quem trabalha muito não tem tempo para ganhar dinheiro.
Não sou eu que digo, as provas estão aí: quanto mais feriados, melhor.

 

Fonte