Notícias

Especialistas em emprego indicam dez trabalhos que não existiam há dez anos

29/01/2013 14:00 - TAGS: , ,

Área de tecnologia domina lista que compreende cuidados com o idoso e ouvidor de empresas

A todo o momento, observadores de tendências de mercado falam sobre novas carreiras e trabalhos que não existiam. Sites divulgam listas e até a Secretaria de Estatísticas do Trabalho dos Estados Unidos tem sua própria pesquisa. Não é novidade que os trabalhos relacionados à tecnologia estão em alta, enquanto outros começam a cair.

Mas são novos cargos ou novas maneiras de preencher necessidades já existentes? “Não acredito que novas necessidades foram criadas, apenas foram criadas novos modos e novas tecnologias para corresponder a elas”, afirma Charles Purdy, editor chefe do site de empregos Monster.com.

Com isso em mente, a FORBES foi atrás de informações e sites de carreiras para listar as posições mais promissoras que foram criadas na última década. Veja a lista:

Desenvolvedor de aplicativos

O iPhone foi apresentado em 2007, seguido pelo Android. Desde então, mais de um milhão de aplicativos foram disponibilizados em suas lojas. Em 2011, a Apple faturou mais de US$ 15 bilhões apenas com aplicativos móveis. As empresas procuram profissionais que desenvolvam esses programas, o que expande as oportunidades para programadores. O site americano de empregos Indeed.com tem mais de 16 mil vagas na área.

Pesquisador de dados de mercado

Como as informações sobre o cliente se tornam cada vez mais vitais, as empresas recebem dados em massa e precisam de profissionais para decifrar desde informações sobre transações, interesses do usuário e comportamento padrão até a construção de publicidade personalizada.

Consultor educacional

Quando os pais veem seus filhos montarem os primeiros blocos, não estão apenas assistindo a um momento fofo, mas também à aprendizagem. Esses pais fazem de tudo para garantir a melhor educação para os filhos, o que em alguns casos inclui contratar um consultor educacional que ajude a colocar os pequenos na melhor escola desde cedo.

Expert em geração Y

Companhias de todos os tamanhos e áreas enfrentam o desafio de contratar e desenvolver jovens profissionais para serem futuros executivos. Esses consultores ajudam as empresas a entenderem as mudanças na força de trabalho. Não é um trabalho apenas para jovens, profissionais mais velhos transformaram suas experiências com a juventude para dar consultoria de como melhor lidar com a geração Y.

Gerente de redes sociais

As redes sociais já se tornaram parte de todos os tipos de empresa, desde pequenas redes de café a gigantes como Amazon e Microsoft. Essa função, que tem 11 mil vagas disponíveis no Indeed.com, compreende, por exemplo, estratégias de marketing direcionadas a determinado público-alvo.

Ouvidor

Um nível acima do gerente de redes sociais, o ouvidor tem de ficar atento aos canais sociais e reais para manter a companhia em dia com o que os seus consumidores estão falando. “Antes das redes sociais, os negócios tinham a comunicação de mão única, mas agora nos acostumamos à conversa, nós esperamos que eles ouçam”, diz Purdy.

Expert em serviços de nuvem

Em agosto de 2006, Eric Schmidt, do Google, descreveu as propriedades da empresa como “nuvem”. O nome virou sinônimo de armazenamento e compartilhamento de dados. Hoje, as companhias procuram engenheiros da computação e programadores que consigam montar um armazenador de enormes quantidades de dados e informações.

Cuidado com idosos

Com o aumento da expectativa de vida, o trabalho voltado a cuidados com idosos apenas cresce. A profissão requer pessoas que entendam essas necessidades e saibam como cuidar dos mais velhos , o que inclui também saber conversar sobre problemas da idade.

Expert em sustentabilidade

Muitas vezes, a contratação de alguém para um papel ambientalmente consciente pode ser uma questão de redução de custos, tanto com a diminuição das contas de energia como para aumentar os descontos fiscais. Diplomas em ciência ambiental e administração ajudam na produção de projetos como aumento de reciclagem, diminuição do desperdício de materiais e outros.

Designer de experiência de usuários

Esse profissional cria e molda a tecnologia para melhorar as experiências dos usuários. Por exemplo, é melhor acordar ao som de pássaros do que com um alarme. O designer de experiência faz isso acontecer na tecnologia. Esses profissionais devem ser fluentes em Photoshop e linguagens de programação, como CSS e HTML. A demanda no Indeed é alta: 168.219 vagas.

 

Fonte